Sunday, November 19, 2006

Hoje passei por Taveiro, não sendo importantes os motivos que lá me levaram, deixo aqui apenas a surpresa com o que me deparei, Taveiro é capital do livro... seja tal real ou não, decidi passear pelo meio de meia dúzia de mesas (ainda que compridas!) em que estavam dispostos os livros que faziam de Taveiro a sua capital. Numa mesa em que reconheci livros e autores, li e reli pedaços de várias contracapas, foi nas costas do sul que encontrei certo autor a dizer que, do que mais tinha saudades das suas viagens, eram os amigos verdadeiros, alguns quase que feitos num instante, que nunca mais voltaria a encontrar. Eu na altura até pensei que me podia lembrar de alguns amigos de viagens, mas nem precisava de ir tão longe, tenho aqui e ali centenas de amigos verdadeiros, uns também instantaneos selados com meia dúzia de palavras, outros verdadeiramente circunstanciais, uns circunstancialmente verdadeiros outros circunstancialmetne distantes... meia dúzia de horas depois, por estar circunstancialmente distante de um amigo que por estes dias tem horário de visitas, fui visitar uma amiga daquelas que também tem horário de visitas e que está circinstancialmente próxima.. não sei se faz sentido, acho que fiz uma visita de substituição.

1 Comments:

At 9:15 AM, Blogger Joana Patricio said...

Deste-me um nó na cabeça!!!

 

Post a Comment

<< Home